Você usa conteúdo visual?

By 19 de abril de 2019Marketing Digital

Cerca de 40% das pessoas lidam melhor com informações visuais do que com texto, por mais simples que seja. Isso acontece porque o cérebro processa imagens 60 mil vezes mais rápido.

Não é à toa que o visual é a parte mais chamativa do conteúdo produzido. E, de fato, garante alta na forma de consumir conteúdo.

Dados da CISCO, empresa especializada em tecnologia, apontam que o Brasil é o país líder em visualizações de vídeos, por exemplo, em plataformas. São mais de 11 bilhões de views por mês.

As datas comemorativas se tornaram uma ótima opção para aplicar conteúdo diferenciado. Você por abusar de estratégias e montar campanha para o seu e-commerce. Não sabe como? Confira aqui nossas dicas.

Visual de verdade

Existem alguns tipos de conteúdo visual que podem ser aplicados para diferentes fins, sejam eles comerciais, informativos ou de entretenimento. Confira abaixo as opções.

Fotos

Fotos que exibem o rosto de pessoas recebem mais engajamento, cerca de 30% a mais. As imagens precisam de boa qualidade e podem ser de autoria ou banco de imagens. Elas ajudam na humanização da marca.

Memes ou GIFs

Tanto um quanto o outro garantem ao material um toque de humor. Isso atrai pessoas, mas também pode afastar. Tenha cautela na utilização de memes, principalmente. O cômico demais pode distrair a atenção do seu ponto focal.

Infográfico

Este tipo de material preza pelo uso de elementos visuais-gráficos interativos. Para elaborá-lo, é necessária certa dedicação para resumir em imagens, informações e designe o que o público está com dificuldade de interpretar.

Vídeos

Vídeos nunca saem de moda. Pelo contrário, a tendência foi fortalecida pela onda de vlogs (uma mistura de blog + vídeo. Neles, as pessoas tratam por audiovisual o que postariam em blogs) da atualidade.

Por que não aproveitar o momento para reforçar a marca? Aparecer em vídeos, falar do seu produto de maneira persuasiva, utilizar uma linguagem que cria elo entre o cliente e a marca são ótimas táticas.

Já que os estudos indicam que as pessoas gravam apenas 20% do que leem, invista então em elementos fortes como hashtags, que podem, ainda por cima, alavancar sua comunidade. Confira os passos no próximo post.